Sou candidato

O que é o Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES)?

O Concurso Nacional de Acesso e Ingresso ao Ensino Superior é um concurso organizado, anualmente, a nível nacional, pela Direção-Geral do Ensino Superior – DGES e destina-se a todos os estudantes que pretendam ingressar no ensino superior público em Portugal.

 

Que condições devo reunir para concorrer ao Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES)?

-Ser titular de um curso de ensino secundário, ou de habilitação legalmente equivalente;

-Realizar, ou ter realizado nos últimos dois anos, os exames nacionais correspondentes às provas de ingresso exigidas para os diferentes cursos e instituições a que vai concorrer;

-Realizar os pré-requisitos se forem exigidos pela instituição para o curso a que vai concorrer;

-Não estar abrangido pelo estatuto do estudante internacional regulado pelo Decreto-Lei n.º 36/2014, de 10 de março, alterado e republicado pelo Decreto-Lei n.º 62/2018, de 6 agosto.

 

Que documentos necessito ter para me candidatar ao CNAES?

No momento da candidatura é necessário ter:

-Ficha ENES. Este documento deve ser solicitado, anualmente, na escola secundária onde foram realizados os exames finais nacionais e contém informação sobre as notas das provas de ingresso válidas, bem como conclusão e classificação do ensino secundário;

-Ficha de pré-requisitos (se aplicável) emitida pela instituição de ensino superior onde o mesmo foi realizado;

-Documento de identificação civil.

 

Como fazer a candidatura ao CNAES?

A candidatura ao ensino superior pelo concurso nacional é feita através do portal da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), devendo possuir para o efeito uma senha de acesso.

 

Como pedir a minha senha para me candidatar ao CNAES?

Para pedir atribuição de senha, deve preencher o formulário da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de pedido de atribuição de senha e seguir as instruções apresentadas.

Saiba mais aqui.

Depois de submeter o pedido de senha recebe uma mensagem de confirmação no endereço de correio eletrónico que indicou previamente no formulário. Deve confirmar o pedido clicando no link que consta na mensagem recebida. A confirmação gera um recibo do pedido de senha que deve imprimir e entregar no local por si indicado (escola secundária ou gabinete de acesso ao ensino superior), para que o mesmo seja certificado. Após a certificação, recebe automaticamente a senha no seu endereço de correio eletrónico. A senha é unicamente enviada para o endereço de correio eletrónico.

 

A quantos cursos posso candidatar-me?

Na candidatura ao ensino superior público através do concurso nacional, cada estudante pode concorrer a um máximo de seis pares instituição/curso, isto é, a seis combinações de instituições e cursos, indicadas por ordem de preferência, desde que reúna as condições indicadas no ponto 2 destas FAQs.

 

O que são as provas de ingresso?

São as provas exigidas pelas Instituições de Ensino Superior para o ingresso nos seus cursos de licenciatura. Atualmente, as provas de ingresso correspondem aos exames finais nacionais do ensino secundário.

 

Onde posso consultar quais as provas de ingresso exigidas para os cursos?

Pode consultar no Guia das Provas de Ingresso publicado, anualmente, pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES).

 

Qual a validade das provas de ingresso?

Nos termos da Deliberação n.º 1233/2014 da Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior, os exames finais nacionais são válidos como provas de ingresso no ano da sua realização e nos dois anos seguintes.

 

O que são pré-requisitos?

Os pré-requisitos são condições de natureza física, funcional ou vocacional que assumem particular relevância para acesso a determinados cursos do ensino superior.

Compete a cada instituição de ensino superior decidir se a candidatura a algum dos seus cursos deverá estar sujeita à satisfação de pré-requisitos e fixar o seu conteúdo.

Os pré-requisitos podem, consoante a sua natureza, ser eliminatórios, destinar-se à seleção e seriação ou apenas à seriação dos candidatos.

 

Após divulgação dos resultados das colocações do CNAES (em qualquer uma das suas fases), o que devo fazer?

Deverá efetuar a realização da matrícula e inscrição na Instituição onde ficou colocado, de acordo com os procedimentos fixados pela Instituição de Ensino Superior.

 

Fui colocado na 1ª fase, posso candidatar-me às fases seguintes?

Sim, pode. Ressalvamos que, se for colocado nas fases seguintes, a colocação anterior é automaticamente anulada.

 

Fui colocado na 2ª ou 3ª fase. O que acontece à documentação e valores entregues, no ato da matrícula e inscrição realizados na 1º ou 2ª fase, respetivamente?

A Instituição de Ensino Superior onde o candidato foi colocado e efetuou a sua matrícula e inscrição remete à Instituição da última colocação e matrícula do candidato toda a documentação relevante, bem como a importância recebida a título de propina e taxas de inscrição os valores pagos, à instituição de destino.

 

O que são os concursos especiais. A quem se destinam?

Os concursos especiais são concursos de natureza específica destinados a um universo de candidatos com situações habilitacionais específicas, que procuram uma alternativa de acesso ao ensino superior, designadamente:

-Estudantes aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos

-Titulares de um Diploma de Especialização Tecnológica

-Titulares de um Diploma de Técnico Superior Profissional

-Titulares de Outros Cursos Superiores

-Concurso Especial de acesso e ingresso para Estudantes Internacionais

-Titulares dos cursos de dupla certificação de nível secundário e cursos artísticos especializados

 

O que são os regimes especiais?

Os regimes especiais são uma forma de acesso ao ensino superior para os candidatos que reúnam determinadas condições específicas:

-Missão Diplomática Portuguesa no Estrangeiro

-Portugueses Bolseiros no Estrangeiro e Funcionários Públicos em Missão Oficial no Estrangeiro

-Oficiais das Forças Armadas Portuguesas

-Bolseiros Nacionais dos Países Africanos de Expressão Portuguesa

-Missão Diplomática Acreditada em Portugal

-Praticantes Desportivos de Alto Rendimento

-Naturais e Filhos de Naturais de Timor-Leste

 

Mais informação disponível aqui.

 

Como efetuar a minha candidatura/matrícula/Inscrição no IPC?

Para proceder à candidatura/matrícula/inscrição deverá registar-se no na plataforma de gestão académica, Inforestudante e seguir os passos no guia de candidatura.

 

Como mudar de par instituição/curso?

No IPC, a candidatura à mudança de par instituição/curso opera-se na plataforma de gestão académica, Inforestudante e encontra-se estabelecida em regulamento próprio.

Saiba mais aqui.

 

Qual a diferença entre matrícula e inscrição?

Matrícula é o ato formal pelo qual o estudante ingressa pela 1ª vez numa instituição de ensino superior.

A inscrição é o ato que faculta ao estudante matriculado a frequência de determinada(s) unidade(s) curriculares de um curso, sendo efetuada todos os anos letivos.