Produção Científica

A investigação de excelência desenvolvida no IPC concretiza-se na sua produção científica, através do número de artigos publicados em revistas científicas de elevado fator de impacto, da edição e publicação de livros, das comunicações em eventos Científico e Técnicos de renome, em outros.

Nos últimos 5 anos (2015-2019) a produção científica do IPC resultou em 1481 publicações referenciadas na Scopus, verificando-se um crescimento de mais de 30% no último ano.

Em 2019, o IPC posicionou-se no ranking nacional na 19º posição. Considerando apenas o universo das Instituições Politécnicas encontra-se na 4ª posição. No ranking ibero-americano ocupa a posição 194º.

SCOPUS

A Scopus é a maior base de dados de resumos e citações de literatura com revisão por pares: revistas científicas, livros e atas de conferências. Oferece uma visão abrangente da produção científica mundial nos domínios da ciência, tecnologia, medicina, ciências sociais e artes e humanidades. A Scopus apresenta também ferramentas inteligentes para monitorizar, analisar e visualizar a produção científica por instituição, investigador e área científica.

RANKING IBEROAMERICANO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO

Os relatórios anuais do Ranking Iberoamericano das Instituições de Ensino Superior (SIR IBER), permitem posicionar o desempenho das instituições baseando-se no SCImago Institutions Rankings publicado pelo SCImago Research Group (SRG). Estes relatórios oferecem uma classificação das instituições de acordo com o número de trabalhos indexados no Scopus e analisa seu desempenho com base em três fatores fundamentais: pesquisa, inovação e impacto social.

SIR IBER 2017

SIR IBER 2018

SIR IBER 2019

B-ON

A Biblioteca do Conhecimento Online (B-ON) é uma ferramenta desenvolvida para a comunidade científica nacional portuguesa. Permite a pesquisa e/ou acesso à informação pela academia: estudantes, docentes, investigadores e profissionais ligados à instituição.

RECAAP

No Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP) é possível pesquisar e aceder a documentos de carácter científico e académico, nomeadamente artigos de revistas científicas, comunicações em conferências, teses e dissertações de mestrado e doutoramento, distribuídos por inúmeros repositórios portugueses.