Artes Plásticas III

Conhecimentos de Base Recomendados

não aplicável

Métodos de Ensino

19.1 As opções metodológicas centrar-se-ão em três componentes pedagógicas fundamentais: exposição
oral centrada nos conteúdos previstos; estudo e apresentação de obras/produções; desenvolvimento de
trabalhos sob orientação docente.
19.2 Dada a especificidade desta unidade curricular e ao abrigo do ponto 7, do artigo 13.º, do RCFI, exige-se que o aluno garanta a presença mínima em 8 do número total de aulas previstas, assistindo-lhe o direito a realizar exame caso não tenha obtido aprovação por frequência.

Resultados de Aprendizagem

16.1? Conhecer as características dos materiais e respetivas técnicas, para os utilizar adequada e expressivamente;
16.2? Dominar as diferentes fases metodológicas no desenvolvimento de um projeto, nas diversas fases de concretização, nos domínios teórico/práticos, metodológicos e de avaliação em escultura.
16.3? Aplicar procedimentos e técnicas no processo da modelação que pressupõe um exercício crítico na metodologia de trabalho.
16.4? Conseguir ler criticamente mensagens visuais de origem diversificadas e representá? las através dos processos escultóricos escolhendo os processos ideais para a sua representação.
16.5? Ser criativo, autocrítico e capaz de fundamentar as suas escolhas baseando? se em valores estéticos.

Programa

17.1 TÉCNICAS DE MODELAÇÃO COM ARGILA
– Sova e armazenamento da argila
– Estudo da forma e construção da estrutura de modelação
– Modelação com argila: ferramentas, processos e técnicas de modelação
– Modelação com outros materiais: arame, papel/cartão e pastas de endurecimento ao ar livre (pasta de papel, madeira e epoxídicas) e gesso
17.2 TÉCNICAS DE MOLDAGEM
– Características do gesso: sua preparação, ferramentas, armazenamento, conservação
– Mistura de gesso com água para aceleração e redução da secagem
– Desmoldantes
– Moldagem do negativo em gesso; Enchimento, reforço com sisal da forma com gesso; Modelo de gesso e retoques na sua superfície
– Patinas
17.3 EXPLORAÇÃO, ENSAIO E EXPERIMENTAÇÃO DE MATERIAIS
– Experimentação de diversos materiais representação tridimensional, em todas as fases dos processos escultóricos de modelação e moldagem.
17.4 PRÁTICAS ASSOCIADAS AO PROCESSO ESCULTÓRICO
– Criação e desenvolvimento de maquetas reduzidas, desenho, fotos, ferramentas e processos

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Avaliação Contínua
  • - Prática - 50.0%
  • - Teórica - 25.0%
  • - Teórico-prática - 25.0%
Avaliação Por Exame
  • - Componente teórica - 30.0%
  • - Componente prática - 70.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

Midgley, B. (1993). Guia completa de Escultura, Modelado y Ceramica, Tecnicas y materiales. Madrid: Tursen – Hermann Blume Ediciones.

Rosier, P. (1992). La sculpture. Méthodes et material nouveaux. Paris: Dessain et Tolra

Malmstrom, M. (1996).Terracota – Técnica de la escultura en arcilla. Barcelona: CEAC

Collins, J. (2007). Sculpture today. Londres: Phaidon press.Clérin, P. (1989). La Sculpture. Paris: Dessain et Tolra.

Mills, J. (2001). Encyclopedia of sculpture thecniques. London: Batford

Baudry, M. (1990). Principles d’analyse scientifique – La sculpture? Méthode et vocabulaire. Paris: Impremerie Nationale.

Plowman, J. (2008). Enciclopédia de técnicas escultóricas. Acanto Editorial

Matia, P. (2009). Procedimentos y materiales en la obra escultórica. Madrid: Akal

Rosier, P. (1990). Le Moulage. Turin : Dessain et Tolra.

Rich, F. (1998). The materials and methods of sculpture. New York. Dover

Zanini, W. (1980). Tendências da escultura moderna. São Paulo: Cultrix