Fundamentos da Animação Socioeducativa

Conhecimentos de Base Recomendados

N/A

Métodos de Ensino

A metodologia privilegiará a participação ativa (trabalho autónomo, trabalho de grupo, trabalho de projeto) combinada dialeticamente com exposição apoiada por multimédia, bem como, com o recurso à leitura orientada e à discussão de textos de referência, que privilegiarão a apresentação de trabalhos de conceptualização.

A metodologia estabelecerá elos com saberes de outras disciplinas, trabalhos de investigação e intervenção e ainda outras atividades educativas formais ou não formais, de iniciativa de alunas/os ou outras/os instituições/organizações.

A avaliação por frequência obriga a uma presença de 80% das aulas previstas, e integra Análises/recensões crítica de textos, trabalhos de grupo na sala de aula e fichas teóricas Individuais.

Os critérios de avaliação por frequência são: Participação em trabalhos na sala de aulas=10% | Análise de Textos= 20% | Teste(s) = 60% | Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC’s) = 10%.

Resultados de Aprendizagem

São objetivos de aprendizagem específicos no âmbito desta unidade curricular, que o discente possa:
•Ser capaz de situar a sua atividade profissional em diferentes conjunturas históricas e sociais, no contexto nacional e internacional;
•Conhecer as modalidades e as características metodológicas da ASC enquanto tecnologia social;
•Distinguir a ASE no âmbito da Animação sociocultural;
•Ser capaz de identificar e selecionar âmbitos específicos e contextos de intervenção tradicionais e emergentes;
•Saber claramente quais os fins, os princípios e objetivos e as funções profissionais do Animador socioeducativo;
•Conhecer a relação entre motivação, criatividade, autonomia e participação social para a transformação social e cultural, assente numa pedagogia da conscientização e da libertação perspetivada para o desenvolvimento do empowerment dos indivíduos e comunidades.

Programa

Modulo 1. CONCEITOS, CONTEÚDOS E DESAFIOS DA ANIMAÇÃO SOCIOEDUCATIVA
1. Conceptualização da animação sociocultural
2. A Animação Socioeducativa e a Ação Educativa

Modulo 2: METODOLOGIA, PRÁTICAS E PEDAGOGIA
1. A pedagogia na animação socioeducativa
2. A animação socioeducativa em contextos de educação não formal
3. As técnicas e os recursos pedagógicos em animação socioeducativa
4. Metodologia de elaboração de programas de animação socieducativa

Modulo 3: HISTÓRIA DA ASC e ASE NA EUROPA E PORTUGAL
1. Breve enquadramento histórico e social da ASC E ASE
2. ASC e ASE em Portugal após o 25 de Abril

Modulo 4: PROFISSIONALIZAÇÃO, PROTAGONISTAS E DESAFIOS ATUAIS DA ASE
1. O perfil, funções e a formação do animador socioeducativo
2. Deontologia profissional

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Exame
  • - Exame - 100.0%
Avaliação contínua
  • - Frequência - 60.0%
  • - Atividades de Enriquecimento Curricular - 10.0%
  • - Trabalho de síntese - 20.0%
  • - Assiduidade e Participação - 10.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

AUGUSTIN, Jean-Pierre; Gillet, Jean-Claude,(2000). “L’ Animation Professionnelle – Histoire, acteurs, enjeux”. Paris, L’Harmattan.
BESNARD, Pierre, (1991) La animación Sociocultural. Madrid: Narcea
CABANAS, Quintana (1989).Fundamentos de La Animación Sociocultural, Madrid: Popular, Cap. I;
CANÁRIO, Rui (Org.). (2007). “Educação Popular & Movimentos Sociais”. Lisboa, Educa-Fac. Psic. e Ciênc. da Educação.
GILLET, Jean-Claude (2006). “La animación en la comunidad – Un modelo de animación socioeducativa”.
LEAL, António, (2004).’ Contextualização histórica e social da Animação sociocultural’. Coimbra: ESEC.
LOPES, Marcelino, 2006. A Animação sociocultural em Portugal. Chaves: Intervenção.
TRILLA, Jaume. (1998). Animacióm Sociocultural: Teorias, Âmbitos e Programas. Barcelona: ARIEL.
VENTOSA, Victor J. (2004).”Métodos Activos y Técnicas de Participación – para educadores y formadores”. Madr
VENTOSA, Victor, (1990). Fuentes de la Animación sociocultural en Europa, Madrid: Popular.