História da Arte e do Design

Conhecimentos de Base Recomendados

não aplicável

Métodos de Ensino

As opções metodológicas conducentes ao cumprimento do programa da unidade curricular centrar-se-ão em duas componentes pedagógicas fundamentais:
– Componente teórica – exposição oral orientada para os conteúdos previstos;
– Realização de visitas de estudo.

Resultados de Aprendizagem

1 Compreender a importância dos fenómenos artísticos à luz da evolução das artes, do design e da sociedade.
2 Reconhecer as especificidades de uma obra ou expressão artística, fornecendo ligações relevantes que as relacionam com outras expressões ou domínios artísticos.
3 Promover a cultura no aluno com exemplos de obras que se constituem como marcos históricos em diferentes períodos e movimentos da história da arte e do design.
4 Sublinhar a importância da linguagem artística para a compreensão de outras abordagens curriculares, permitindo ao aluno uma melhor perceção do sentido dos seus estudos.

Programa

História da Arte
1.A arte pré-histórica
2.A arte egípcia como duplo (ícone)
3.A antiguidade Clássica
3.1.Arte grega
3.2.Arte romana
4.O Gótico internacional
5.O Renascimento italiano e norte-europeu
6.O século XIX
6.1.Romantismo,
6.2.Realismo
6.3.Impressionismo
6.4.Neoimpressionismo
6.5.Simbolismo
6.6.Arte Nova
7.Século XX – século dos “ismos”
7.1.O non-sense dadaísta.
7.2.Arte Conceptual – a definição de obra de arte como objecto unicamente visual
7.3.Happening e Performance.
8.A relação Arte, Ciência e Tecnologia
8.1.A Interação no espaço virtual e o nascimento de uma nova semântica
8.2.Post Human, Pós-estruturalismo, Pós-modernismo, e Altermodernismo História do Design
1 Arte, artesanato e mecanização
1.1.Os movimentos estéticos e a reforma do design
1.2.O papel e a influência de Morris e Ruskin
1.3.Mecanização e indústria
2. Indústria e utopias após a 1.ª Guerra Mundial
2.1.A emergência da máquina na Europa
2.2.Escolas de referência: Bauhus e Ulm
2.3 Arte, design e indústria
3.Mode

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Avaliação Contínua
  • - Teste Teórico - 100.0%
Avaliação Por Exame
  • - Teste Teórico - 100.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

WALTHER, I. (Dir.) (2006). Impressionismo. Köln: Taschen.

DELARGE, J. (2001). Dictionnaire des Arts Plastiques Modernes et Contemporains. Paris: Éditions Gründ.

GOLDBERG, R. (2012). A Arte da performance – do Futurismo ao Presente. Lisboa: Orfeu Negro.

JANSON, H. (1998). História da Arte, Lisboa: F.C. Gulbenkian FC.

BECKETT, W. (1995). História da Pintura. Lisboa: Livros e Livros.

TRIBE, M; JANA, R. (2010). New Media Art. Köln: Taschen.

LEROI-GOURHAN, A. (1971). Pré-histoire de l’Art Occidental. Paris: Lucien Mazenod.

TARELLA, A. (1988). Como Reconhecer a Arte Romana. Lisboa: Edições 70.

LIESER, W. (2010). Arte Digital. Potsdam: h.f.ullman.

CRISPOLTI, E. (2004). Como estudar a arte contemporânea. Lisboa: Editorial Estampa.

MOURA, L. (Dir.) (2009). Inside Arte e Ciência. Lisboa: Editora LxXL,

CONTI, F. (1995). Como reconhecer a Arte Grega. Lisboa: Edições 70.

LARSEN, L. (et al.) (1999). A arte na viragem do milénio. Colónia: Taschen.

ARGAN, G. (1992). Arte Moderna. São Paulo: Companhia das Letras.

PIMENTEL, A.; et. al. (2010). História da Arte: Arquitectura, Escultura, Pintura.

DUNCAN, A. (1994). Art Nouveau. World of Art. New York: Thames and Hudson.

FERRARI, S. (2001). Guia de História da Arte Contemporânea, Lisboa: Ed. Presença

SALDANHA, N. (1996). Artistas, imagens e ideias na pintura do século XVIII. Lisboa: Livros Horizonte.