Mudança e Desenvolvimento Organizacional

Conhecimentos de Base Recomendados

Não se aplica

Métodos de Ensino

A metodologia de ensino passará por um tratamento paralelo das temáticas a nível teórico e a nível prático. Ao
longo da unidade curricular, serão propostas resolução de actividades e problemas ancorados nos objectivos
e competências previstas no programa.
Serão desenvolvidas aulas de carácter:
a) expositivas
b) teórico-práticas de análise e discussão de casos
b) práticas, de aplicação de competências em projecto
c) práticas, de aplicação de técnicas
Os alunos poderão escolher uma das seguintes modalidades de avaliação:
1. Avaliação de frequência – Composta por 2 momentos de avaliação:
a) Prova de frequência, incidindo ao nível dos conteúdos desenvolvidos ao longo da
unidade curricular (50% de ponderação).
b) Trabalho de Grupo com um máximo de 4 elementos. Será focalizado no
desenvolvimento de um projecto de mudança organizacional
2. Exame – prova de exame incidindo ao nivel dos conteúdos leccionados (100% de ponderação).

Resultados de Aprendizagem

A unidade curricular pretende desenvolver competências que capacitem os discentes na compreensão e
aplicação de métodos de planeamento e acção em organizações inseridas em dinâmicas competitivas
intensas. Desenvolverá as seguintes competências: Conhecer as diferentes metodologias de mudança e
desenvolvimento organizacional; Conhecer as implicações da mudança nos desempenhos dos indivíduos, nos
grupos e nas organizações.
De modo a desenvolver este quadro de competências, foram fixados objectivos de aprendizagem a atingir por
todos os discentes: (nº1) Compreender de forma estratégica e prática, os benefícios da gestão da Inovação e
da Mudança organizacional; (nº2) Compreender como estruturar projectos de mudança e de inovação nas
organizações; (nº3) Aplicar capacidades técnicas e de especialidade prática na gestão e planeamento da
Mudança Organizacional; (nº4) Compreender as especificidades técnicas inerentes ao acompanhamento das
acções de Mudança e Desenvolvimento Organizacional

Programa

I – Contextos Estratégicos da Mudança e Desenvolvimento Organizacional
1. Competitividade e desenvolvimento contínuo das organizações
2. Os profissionais da Comunicação Organizacional, e a gestão da Mudança e Inovação
II – Abordagens ao processo de Mudança e Inovação Organizacional
1. Compreender a Inovação Organizacional
a) Novas Tecnologias e Inovação de Processos Organizacionais
b) Consequentes da Inovação nos níveis: estruturas, aprendizagem e adaptação sistémica da organização
c) Características de Organizações Inovadoras
2. Compreender a Mudança Organizacional
a) Processo de Mudança Organizacional: mudança planeada e mudança não-planeada
b) Modelos Teórico-Práticos sobre a implementação da Mudança
c) A resistência à mudança
III – Gestão de Projecto de Mudança
1. Instrumentos de Gestão de Projecto
a) Gráficos de Gantt e Paretto
b) Brainstorming
2. Ferramentas estatísticas para apoio à mudança: aplicabilidades do SPSS
a) Tratamento de bases de dados
b) Extracção e análise de dados

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Exame
  • - Exame - 100.0%
Aval. Contínua
  • - elementos de avaliação contínua - 100.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

. Almeida, V. (2003). A comunicação interna na empresa. Lisboa : Areas Editora
. Caetano, A. & Tavares, S. (2000). Tendências na Mudança Organizacional e Tensões na
Gestão de Pessoas. Dinâmia, Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica.
. Cunha, M., Rego, A., Cunha, R. & Cabral-Cardoso C. (2006). Manual de Comportamento
Organizacional e Gestão. Lisboa: RH-Editora
.Gomes, D. (2009). Organizational change and job satisfaction: the mediating role of
organizational commitment. Exedra Journal, Vol.1, pp.177-195
. Neves, J., Ferreira, J. & Caetano, A. (2001). Manual de Psicossociologia das Organizações. Lisboa: Editora
McGraw-Hill
. Pereira, A. (2003). Guia prático de utilização do SPSS. Edições Sílabo.
. Pina e Cunha, M. & Rego, A. (2002). As duas faces da Mudança Organizacional: planeada e emergente.
. Van de Vem, A. & Poole, M. (1995). Explaining development and change in organizations.
Academy of Management Review, Vol. 20, 510-540