Oficina Integrada de Expressões

Conhecimentos de Base Recomendados

N/A

Métodos de Ensino

As opções metodológicas conducentes ao cumprimento do programa da unidade curricular centrar-se-ão em duas componentes pedagógicas fundamentais:
– Componente teórico-prática – exposição oral e estudo centrados nos conteúdos previstos;
– Componente prática – desenvolvimento de trabalhos sob orientação docente.

A unidade curricular poderá ser realizada nas modalidades de continua ou de exame.

Contínua:
1) Prestação dos estudantes nas atividades propostas nas aulas (20% para cada Expressão, num total de 80%).
2) Comportamentos e atitudes do estudante (5% para cada Expressão, num total de 20%).
É obrigatório a frequência e a participação ativas em cada Expressão.

Exame:
Prova teórica (100% – 20 valores).

Resultados de Aprendizagem

1. Saber exprimir-se e orientar atividades de dança, utilizando movimentos e ações motoras/expressivas adequadas para recriar e desenvolver formas coreográficas criativas.
2. Compreender a linguagem dramática como elemento significativo da expressão/comunicação a partir de vivências, memórias, imagens e ideias.
3. Conhecer e saber utilizar metodologias e técnicas básicas de intervenção musical que possam ser mais-valia no âmbito de atividades de animação socioeducativa.
4. Enquadrar as artes visuais e identificar elementos da linguagem visual e domínio básico dos meios e técnicas de expressão plástica.
5. Elaborar exercícios de intervenção e animação sociocultural e comunitária no âmbito das expressões artísticas.

Programa

1. DANÇA
1.1. Elementos de movimento da linguagem da Dança: corpo, espaço, tempo, energia e relação
1.2. A criação – experimentação em Dança (Frases e composição de movimentos). Orientações metodológicas em diferentes contextos e populações
2. DRAMÁTICA
2.1. Expressão dramática em contexto educativo não-formal e informal: animação cultural e teatral em contextos sociais específicos
3. MÚSICA
3.1. Relação da Música com a Animação Socioeducativa. Fundamentos, conceitos, objetivos e suportes metodológicos.
3.2. Pedagogia participativa e interventiva numa comunidade plural, de acordo com as perspetivas (social, cultural e educacional). Recurso ao dinamismo e à experiência facultando o exercício da capacidade de criação em contexto formal, não formal e informal.
4. PLÁSTICA
4.1. História da Arte – principais estilos e correntes
4.2. Expressão plástica – conceito e função educativa
4.3. Elementos fundamentais da linguagem visual
4.4. Técnicas e práticas básicas em expressão plástica

Métodos de Avaliação

Avaliação contínua
  • - Assiduidade e Participação - 20.0%
  • - Trabalho Individual e/ou de Grupo - 80.0%
Exame
  • - Exame - 100.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

Agirre, I. (2005). Teorías y Prácticas en Educación Artística. Barcelona: Octaedro/EUB-Universidad Pública de Navarra.
Amans, D. (2008). Community dance – What’s that? In D. Amans, An introduction to community dance practice (3-10). Hampshire: Palgrave Macmillan.
Arriaga, I.A. (2005).Teorías y Prácticas en Educación Artística. Barcelona: Octaedro.
Caride, J. A.; Martins, J. & Vieites, M. F. (2000). Animação Teatral – Teoria e Prática. Porto: Campo das Letras.
Oliveira, G.M.P.A.; Pereira, J. D. L. & Lopes. MS. (coords.) (2019). As Artes na Educação Especial. Teorias, metodologias e práticas sociais, culturais e educativas para a inclusão. Chaves: Intervenção-APDC.
Pereira, J. Dantas L.; Vieites, M. F. & Lopes, Marcelino, S. (coords.)(2014). Das Artes na Educação. Chaves: Intervenção-APDC.
Plano Nacional das Artes- 2019/2024
https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/comunicacao/documento?i=estrategia-do-plano-nacional-das-artes-2019-2024

Outras referências bibliográficas serão indicadas.