Seminário de Projeto

Conhecimentos de Base Recomendados

N/A

Métodos de Ensino

Sendo a UC de ligação ao estágio, as aulas serão de acompanhamento dos projetos realizados na instituição/ comunidade de acolhimento do estágio, com recurso à discussão individual e em plenário, de forma a promover a partilha e a participação dos estudantes e enriquecendo cada trabalho.
Esta UC articulará estratégias de exposição teórica, com a participação dos alunos na realização de trabalhos individuais e em grupo, debates orientados e de orientação tutorial.
Dada a natureza da UC quer a avaliação contínua, quer a avaliação por exame é constituída pelos seguintes elementos: Projeto de Estágio (60%), participação nos trabalhos de seminário (20%), trabalho de campo (20%). Os estudantes que realizarem estágio Erasmus, a avaliação da componente trabalho de campo é substituída pela elaboração de um trabalho de investigação na temática de intervenção da instituição de estágio estrangeira (que inclua uma componente teórica outra componente de apresentação de práticas socioeducativas).

Resultados de Aprendizagem

1. Conhecer e analisar os contextos, em particular a estrutura, organização e funcionamento das sociedades e das culturas de modo a perceber os processos identitários;
2. Reconhecer e identificar as especificidades, princípios educativos e pedagógicos da intervenção comunitária no âmbito da Animação Socioeducativa;
3. Conhecer e compreender os fatores individuais, culturais, sociais e ambientais que estão implicados nos processos Socioeducativos;
4. Conhecer, compreender e aplicar os fundamentos do planeamento estratégico e das técnicas e instrumentos para a intervenção comunitária no âmbito da Animação Socioeducativa;
5. Conceber estudos das comunidades, no sentido de identificar necessidades, potencialidades e recursos endógenos humanos, naturais e patrimoniais;
6. Desenvolver e fomentar parcerias e redes sociais;
7. Conceber, organizar, gerir, implementar e avaliar projetos de intervenção comunitária centrados na justiça e coesão sociais, na não discriminação e na transformação

Programa

1. Características técnicas, formativas, metodológicas e epistemológicas de um estágio no âmbito da licenciatura em Animação Socioeducativa;
2. As problemáticas educativas, culturais e sociopolíticas ligadas aos projetos de estágio e instituições/organizações/comunidades onde estes se desenvolvem;
3. A metodologia de planeamento de projetos de intervenção comunitária de cariz socioeducativa: modelo participativo/ dinâmico; modelo linear.
4. A conceção, redação e apresentação de um projeto de estágio coerente com o programa de estudos e a identidade da licenciatura em Animação Socioeducativa;
5. Valores subjacentes ao projeto de Animação Socioeducativa.

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Exame
  • - Projecto - 60.0%
  • - Trabalho laboratorial ou de campo - 20.0%
  • - Relatório de seminário ou visita de estudo - 20.0%
Avaliação contínua
  • - Relatório de seminário ou visita de estudo - 20.0%
  • - Trabalho laboratorial ou de campo - 20.0%
  • - Projecto - 60.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

Council of Europe (2000). Project management t-kit. Strasbourg: Council of Europe.
Council of Europe (2002). Compass: A manual on human rights education with young people. Strasbourg: Council of Europe.
European Youth Centre (1995). Educational pack: Ideas, resources, methods and activities for informal intercultural education with young people and adults. Strasbourg: Council of Europe.
Locke, D., & Scott, L. (2013). Handbook of people in project management. Surrey: Gower.
Marriot, N., & Goyder, H. (2009). Manual for monitoring and evaluating education partnerships. Paris: UNESCO & IIEP.
NOAA (2009). Designing education projects. A comprehensive approach to needs assessment, project planning and implementation, and evaluation. USA: NOAA.
Santos, S., & Santos, M. (1999). Diagnóstico social. Lisboa: IEFP, ISS.
Schiefer, U., et al. (2006). Método de planeamento e avaliação de projectos. Estoril: Princípia.
Serrano, G. (2008). Elaboração de projetos sociais. Porto: Porto Editora