Sistemas de Representação Técnica

Conhecimentos de Base Recomendados

Não aplicável.

Métodos de Ensino

19.1 As opções metodológicas conducentes ao cumprimento do programa da unidade curricular centrar-se-ão em três componentes pedagógicas fundamentais:
– Componente teórica – exposição oral centrada nos conteúdos previstos;
– Componente teórico-prática – estudo e apresentação de obras/produções;
– Componente prática – desenvolvimento de trabalhos sob orientação docente.
19.2 A unidade curricular poderá ser realizada nas modalidade de frequência ou de exame.
A avaliação por frequência implica a realização de 2 exercícios que terão os seguintes pesos: 1.o exercício – 30%; 2.o exercício – 70%.
O exame terá uma componente teórica, com um peso de 20%, e uma componente prática, com um peso de 80%.

Resultados de Aprendizagem

16.1 Distinguir desenho artístico de desenho técnico;
16.2 Conhecer diferentes tipos de linha e traçados na representação técnica;
16.3 Adquirir noções de diferentes escalas de representação;
16.4 Representar através de diferentes perspetivas;
16.5 Elaborar projeções ortogonais;
16.6 Realizar cortes/secções desenho técnico;
16.7 Dominar as técnicas de cotagem;
16.8 Utilizar software específico para representação em desenho técnico.

Programa

17.1 Desenho técnico
17.1.1 Recursos para desenho técnico
17.1.2 Normalização – formatos e legendas
17.1.3 Dobragem de suportes/folhas
17.2 Linhas e traçados
17.2.1 Espessura de linhas
17.2.2 Natureza dos traços
17.2.3 Aplicação dos diferentes tipos de linhas
17.3 Escalas
17.4 Perspetiva rápida
17.4.1 Isométrica, cavaleira e dimétrica
17.5 Projeções ortogonais
17.5.1 Métodos europeu e americano
17.5.2 Planta/corte horizontal
17.5.3 Alçado/vista
17.5.4 Cortes/seccões
17.5.5 Superfícies seccionadas – tramas e tracejados
17.5.6 Representação de invisibilidades
17.6 Cotagem
17.7 Desenho técnico – representação digital
17.7.1 Apresentação do programa/software
17.7.2 Conceitos fundamentais
17.7.3 Iniciação e área gráfica
17.7.4 Sistemas de coordenadas
17.7.5 Funções auxiliares
17.7.6 Comandos fundamentais para desenho em 2D
17.7.6.1 Entidades Elementares
17.7.6.2 Linhas auxiliares
17.7.6.3 Texto
17.7.6.4 Criação e edição de cotas
17.7.5.6 Estilos e variável

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Avaliação Contínua
  • - Exercício 1 - 30.0%
  • - Exercício 2 - 70.0%
Avaliação Por Exame
  • - Componente teórica - 20.0%
  • - Componente prática - 80.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

Salvendy, G. (2006). Human Factors and Ergonomics. New Jersey: John Wiley Sons, Inc. Schneider, W. (2008). Desenho Técnico Industrial. São Paulo: Hemus.

Castillo, J. Villena, J. (2005). Ergonomia – Conceitos e Métodos. Lisboa: Dinalivro.

Garcia, J. (2010). AutoCAD 2011 AutoCAD LT 2011. Lisboa: FCA – Editora Informática.

Paschoarelli, L. Silva, J. (2013). Design ergonómico – Estudos e Aplicações. Bauru: Canal6Editora.

Cunha, L. (1999). Desenho Técnico. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Arlindo S., Dias, J. Sousa, L. (2002). Desenho Técnico Moderno. Lisboa: Lidel.

French, T. E. Vierck, C. J. (1980). Desenho Técnico e Tecnologia Gráfica. São Paulo: Globo Editora.