Politécnico de Coimbra e Associação Diogo de Azambuja lançam CTeSP em Montemor-o-Velho

07 Agosto 2019 | 15:00h

O Politécnico de Coimbra assinou ontem, dia 6, um protocolo com a Associação Diogo de Azambuja (ADA) para abertura, no ano letivo de 2019/20, de um Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em gestão de qualidade, ambiente e segurança.

O acordo com a Associação Diogo de Azambuja (ADA), proprietária da Escola Profissional de Montemor-o-Velho e da Escola Profissional Agrícola Afonso Duarte, é renovável todos os anos e pode ser alargado a outras áreas.

O curso vai ser desenvolvido com a colaboração da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), contempla a abertura de 20 vagas (que podem chegar às 25), e as candidaturas já estão abertas. O curso é superior, mas não confere grau académico, e terá a duração de dois anos. Não conferindo grau tem, contudo, a vantagem de conferir equivalência a unidades curriculares a um aluno que decida ingressar na licenciatura associada ao curso.

Depois do acordo com a Escola Profissional Vasconcellos Lebre (EPVL) na Mealhada para criação de dois CTeSP nas áreas de “Gestão de Pequenas e Médias Empresas” e “Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação”, o Politécnico de Coimbra continua a sua “missão de descentralização da oferta formativa”, segundo o Presidente do IPC, Jorge Conde, indo ao encontro das necessidades dos estudantes e do mercado.

Galeria