Politécnico de Coimbra vence prémio Best Paper na Euroweek 2018

09 Maio 2018 | 11:15h

O artigo científico da equipa liderada pelo Politécnico de Coimbra reconhece a importância da criação de uma aplicação digital que facilite o acesso dos utentes ao seu histórico de saúde em tempo real.

O Politécnico de Coimbra (IPC) venceu o prémio “Best Paper”, com o artigo científico “Tip Toeing - Reducing the healthcare system’s ecological footprint”, na edição de 2018 da Euroweek, na Áustria. A equipa vencedora é composta pelos estudantes Pedro Rodrigues, da Escola Superior de Educação, e Inês Nunes, da Escola Superior de Tecnologia da Saúde, e pela docente Susana Paixão. O projeto do IPC tinha ainda como parceiros a University College of Southeast Norway, da Noruega, e o Molloy College, dos Estados Unidos da América.
O projeto liderado pelo IPC propõe a criação de uma aplicação digital que contenha o histórico de saúde de cada utente. A docente responsável explica que “é uma mais valia ser possível aceder facilmente e a partir de qualquer parte do mundo às informações do sistema, para podermos mostrar os nossos problemas de saúde, os nossos registos de análises, alergias e que medicamentos estamos a tomar”.
Susana Paixão reconhece que a distinção com este prémio é “o reconhecimento por parte de um júri internacional das boas práticas de investigação desenvolvidas no Politécnico de Coimbra”. A docente acrescenta ainda que “em termos de sustentabilidade, com esta aplicação há uma diminuição da pegada ecológica no que diz respeito à saúde”.
A Euroweek é uma iniciativa que se realiza anualmente e é promovida pela Rede PRIME “Professional InterUniversity Management for Education (PRIME-Networking), que engloba 19 instituições de ensino superior a nível mundial. A edição deste ano teve lugar em Kapfenberg, na Áustria, entre os dias 23 a 28 de abril e foi dedicada ao tema “Business Digitalization”.

Galeria