Politécnico promove ginástica laboral para prevenir doenças relacionadas com o trabalho

29 Abril 2019 | 17:45h

Os funcionários e colaboradores dos Serviços Centrais do IPC foram desafiados para uma atividade de ginástica laboral, em que desenvolveram alguns exercícios de relaxamento e descontração muito simples e práticos, que podem trazer grandes benefícios para a saúde. A iniciativa foi promovida pelo Serviço de Saúde Ocupacional e Ambiental do Politécnico de Coimbra (IPC), em conjunto com o Gabinete de Desporto do Instituto.

De acordo com Ana Ferreira, Pró-Presidente do IPC, "devido às posições que adotamos diariamente no nosso local de trabalho ao longo dos anos, vamos adquirindo algumas posturas menos corretas. Para diminuir a probabilidade de consequências nefastas para a saúde por exposição a riscos ergonómicos, o Politécnico de Coimbra decidiu adotar várias medidas preventivas, sendo uma delas a ginástica laboral”. A ginástica laboral engloba um conjunto de exercícios, nomeadamente alongamentos, exercícios de reeducação postural e controlo corporal, exercícios de fortalecimento de estruturas musculares não trabalhadas e compensatórios, no caso de grupos musculares envolvidos nas tarefas operacionais, exercícios respiratórios e de relaxamento muscular. Segundo Ana Ferreira, esta prática, se for continuada, “apresenta um conjunto de benefícios”, onde destaca: prevenção de doenças profissionais; prevenção do sedentarismo, stresse, depressão, ansiedade; melhoria da mobilidade e postura; aumento da concentração nas atividades desempenhadas; melhoria do relacionamento com os outros colaboradores – trabalho em equipa e diminuição de acidentes e lesões.

“Pretendemos que todos os trabalhadores do Politécnico de Coimbra, adotem esta boa prática, antes e depois da realização das tarefas laborais, pois irá constituir-se como um benefício para o próprio e para a Instituição”, afirma a responsável do IPC.

Durante esta semana, as demais Unidades Orgânicas do IPC vão acolher iniciativas semelhantes, sendo objetivo da organização que os trabalhadores do Politécnico de Coimbra se tornem independentes nesta prática e que a promovam, diariamente, sozinhos ou em grupo.

Esta atividade decorreu no âmbito do Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, que se comemora em todo o mundo no dia 28 de abril com o objetivo de homenagear as vítimas de acidentes de trabalho e de doenças profissionais.