Associações de Estudantes

O espírito do associativismo estudantil surgiu no seio do Politécnico de Coimbra (IPC) no final do século passado, tendo a maioria das associações de estudantes sido criadas durante a década de 1980, período de grande turbulência do associativismo, não só no IPC como no resto do nosso país.

Comportando uma panóplia de áreas distintivas de aprendizagens, entre as ciências empresariais, saúde, engenharia, agropecuária, turismo, comunicação e educação, o IPC é composto por associações de estudantes que, à semelhança das áreas lecionadas, são também distintas, organizam atividades e produzem conteúdo diferente tendo, no entanto, um denominador comum, uma força que a todos nos move ano após ano: a representação dos estudantes, a defesa dos seus direitos, procurando que o ensino superior caminhe em direção a um admirável mundo novo, e a dinamização de atividades de cariz pedagógico, cultural, desportivo e social, que enriqueçam as mentes da nossa comunidade e a preparem para prosseguir a sua vida após o ensino superior.

Não obstante todas as associações possuírem as suas idiossincrasias, os objetivos das mesmas, como foi referido, tendem a ser comuns e, em certos pontos, chegam mesmo a cruzar-se.

A nível lúdico-desportivo, encontramos a partir da AEESAC a Taça das Agrárias, uma atividade em que os estudantes praticam desporto e convivem entre si, organizada há algumas dezenas de anos entre as diversas escolas agrárias de Portugal. A partir da AEISCAC chega-nos o INTERISCAS, em que mais de 400 atletas provenientes dos 4 ISCAs (Porto, Lisboa, Coimbra e Aveiro) praticam mais de 10 modalidades individuais e coletivas durante 3 dias de desporto e convívio, com o objetivo de ganhar a Taça MAGNA. Ainda no mesmo âmbito temos a IPC CUP, uma taça organizada entre os estudantes das Unidades Orgânicas do Politécnico de Coimbra cujo objetivo, além de promover a prática desportiva, é o de unir os estudantes de todo o IPC.

A nível pedagógico-profissional, a AEESTeSC presenteia-nos com a SCAS – Semana das Ciências Aplicadas à Saúde – uma iniciativa que possibilita aos estudantes da ESTeSC colocar na prática o que aprenderam em sala de aula. Da AEISEC, com o propósito de unir o setor empresarial à comunidade estudantil, surge a FENGE, umas das maiores feiras de engenharia do panorama nacional. Por seu lado, a AEISCAC organiza em março a Business Week, uma feira de emprego que cria uma ponte entre os estudantes e as empresas enquanto disponibiliza atividades formativas. A escassos metros do ISCAC, a AEESAC erige a Expo-Agrya que visa fomentar o espírito empreendedor da comunidade estudantil, dando palco a projetos organizados por antigos estudantes.

São também organizadas atividades de âmbito lúdico, promovendo a confraternização entre os estudantes e agilizando a integração dos mesmos na comunidade através de momentos de descontração em convívio.

Além do referido, todas as associações de estudantes possuem voz ativa nos diversos órgãos em que os estudantes possuem assento, sejam elas a nível interno da Unidade Orgânica, como o Conselho Pedagógico, ou associados ao Politécnico de Coimbra, como é o caso do Conselho Geral. A presença nestas diversas estruturas é mais um ponto comum às Associações de Estudantes do IPC, um trabalho conjunto e continuado cuja meta é contribuir para uma melhoria constante do Politécnico de Coimbra, trazendo para o âmago da discussão as experiências de quem vivencia em primeira mão o ensino superior, os estudantes.

Assim nos despedimos, deixando esta mensagem: no Politécnico de Coimbra é isto o associativismo, uma luta conjunta pela melhoria constante das condições disponibizadas aos estudantes que por aqui passam.

As associações de estudantes do IPC:

–   AE ESAC
–   
AE ESEC
–   AE ESTeSC
–   AE ESTGOH
–   AE ISCAC
–   AE ISEC