Musealização e Interpretação do Património

Conhecimentos de Base Recomendados

Não aplicável.

Métodos de Ensino

Metodologias de ensino (avaliação incluída):
A leccionação do programa implica a apresentação dos conteúdos programáticos na sala de aula, por parte do docente, apelando-se à intervenção do aluno no processo de ensino; a apresentação de conteúdos por parte da docente seguida de trabalho de grupo; a organização de visitas de estudo; a organização de um trabalho e sua apresentação oral. A avaliação foi organizada de acordo com o estabelecido no regulamento Interno da Escola Superior de Educação, pelo que os alunos escolhem uma das seguintes modalidades: avaliação de frequência ou avaliação por exame. A avaliação de frequência/avaliação contínua será feita com base na organização de trabalhos práticos por parte do aluno, dentro ou fora da sala de aula (10%); duma prova escrita (40%) e na organização de um trabalho e sua apresentação oral (50%). A avaliação por exame é baseada na realização de uma única prova escrita, a efectuar no final do semestre.

Resultados de Aprendizagem

1.Conhecer as potencialidades da relação entre Património, Museus e Turismo. 2.Compreender a musealização como uma via de valorização de um bem patrimonial 3.Conhecer noções básicas de museologia e de museografia 4.Compreender a evolução ocorrida no âmbito dos Museus 5.Conhecer a história do Museu em Portugal 6.Compreender a interpretação do património como via de valorização de um bem patrimonial 7. Compreender a função educativa do Museu na sua sua relação com a interpretação do património 8.Compreender a relevância da interpretação do património ao nível turístico.

Programa

. A musealização e a preservação dos bens patrimoniais 1.1 A musealização e a valorização do património 1.2.Os conceitos de Museologia e Museografia 1.3. Concepção e estrutura de um Museu: evolução ocorrida 1.4. Alargamento do conceito de património museológico 1.5.Factores subjacentes às novas práticas museológicas ocorridas nas últimas décadas do século passado 1.6.Conservação, exposição e difusão do objecto museológico 1.7. Estratégias de dinamização do Museu tendo em vista a atracção de visitantes 1.8. Resenha histórica sobre o Museu em Portugal 2. A interpretação do património e a difusão dos bens patrimoniais: sua relevância para o Turismo 2.1. A interpretação do património como forma de comunicação 2.2. A actividade educativa do Museu e a interpretação do património 2.3. Os Centros de Interpretação e a valorização do património 2.4. Relevância da interpretação do património para o turista 3. Análise de Museus/Centros de Interpretação em Portugal.

Docente(s) responsável(eis)

Maria do Rosário Castiço Barbosa de Campos Coelho e Silva

Métodos de Avaliação

Avaliação por Exame
  • - Exame - 100.0%
Avaliação contínua
  • - Trabalhos práticos por parte do aluno, dentro ou fora da sala de aula - 10.0%
  • - Organização de um trabalho e sua apresentação oral (50%). - 50.0%
  • - Uma prova escrita (40%) - 40.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

NAVARRO, Miguel Sabaté e RIERA, Roser Gort (2012). Museo y comunidad. un museo para todos los públicos. Gijón: Trea

PIÑOL, Carolina (2013). Manual del Centro de Interpretatión. Gijón: Trea

VALENCIA, Paco Pérez (2010). Tener un buen plan. Gijón: Trea.

MAGALHÃES, F. (2005). Museus, Património e Identidade. Ritualidade, Educação, Conservação, Pesquisa, Exposição. Porto: Proedições

CARVALHO, Ana (2011). Os museus e o património cultural imaterial. Lisboa:Colibri

LOPES, F., CORREIA, M. B. (2004). Património arquitectónico e arqueológico. Cartas, Recomendações e Convenções Internacionais. Lisboa: Livros Horizonte

MENDES, J. A. (2009). Estudos do Património. Museus e Educação. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra

MESTRE, J. S. M e CARDONA, F.X.H (Dirs.) (2010). Conceptualizando la nueva museologia. Hermus. Vol.IV. Gijón:Trea

UNESCO (1983). Conventions et recommendations de l’Unesco relatives à la protections du patrimoine culturel. Paris: Unesco.