Problemas de Comportamento e Educação Inclusiva

Conhecimentos de Base Recomendados

NA

Métodos de Ensino

As aulas, de carácter teórico-prático, terão o contributo do docente e dos alunos.

O docente: explanação dos conteúdos do programa; dinamização de actividades práticas e de reflexão ilustrando tópicos programáticos; orientação dos alunos na pesquisa, construção e exploração de diversos materiais; apoio na realização de projectos de trabalho dos alunos.

Os alunos: participação em actividade práticas e de reflexão desencadeadas na aula; exposição de trabalhos de dissertação e pesquisa; construção e exploração de materiais diversos, análise e resolução orientada de casos à luz dos modelos abordados.

Resultados de Aprendizagem

-Conhecer várias hipóteses explicativas passíveis de levar à compreensão dos problemas de comportamento mais comuns exibidos pelas crianças/alunos no contexto escolar;

-Identificar e avaliar os comportamentos-problema, quantificando o nível e o padrão de comportamento disfuncional antes e após intervenções;

-Perspectivar a dinâmica da relação educativa como a confluência de vertentes cognitivas, afetivas,  motivacionais e situacionais;

– Selecionar, planear e implementar as formas de intervenção mais adequadas para a resolução de cada problema de comportamento;

-Gerir a dinâmica das atividades educativas em contexto escolar;

-Conhecer e compreender a actual filosofia da inclusão escolar e social das crianças/alunos diferentes e os fundamentos que a justificam;

– Apresentar atitudes consentâneas com as actuais formas de perspectivar a problemática da educação de crianças/alunos diferentes, no espírito de colaboração com outros profissionais e de estreita ligação com a família;

Programa

1. Por uma sociedade inclusiva:

1.2.Princípios e documentos fundamentais para a definição de políticas inclusivas.

1.2.Atitudes e práticas educativas para acolher e lidar com a diversidade

2.Problemas do comportamento; conceito, classificação e identificação

3.Factores etiológicos dos problemas comportamentais: a variabilidade de perspectivas

4. Problemas de comportamento: Implicações e medidas de acção na gestão da sala de aula e no “controlo” da turma

5.O modelo da modificação cognitivo-comportamental: princípios fundamentais e processos de acção

        -quadro teórico e princípios básicos

        -observação e registo do comportamento

        -análise de variáveis, definição de estratégias e operacionalização das intervenções

        -implementação de processos

        -avaliação da eficácia e opções a tomar

6.A perspectiva humanista na interacção educativa: uma postura complementar do modelos comportamental

     7.Expectativas e eficácia da ação educativa

Docente(s) responsável(eis)

Métodos de Avaliação

Avaliação Contínua
  • - Prova escrita individual - 50.0%
  • - prova escrita individual - 50.0%
Avaliação por Exame
  • - Prova escrita individual - 100.0%

Estágio(s)

NAO

Bibliografia

SEIXAS, S., Coelho, J., FISCHER, G-N. (2013). Bullies, victims and bully-victims. Educação Sociedade & Cuktura, 38, 53-7.

TOEWS, R., RAMALHO, V. (2013). Bully, um mauzão que gostava de magoar os seus colegas: um livro para crianças, pais e profissionais. Psiquilíbrios.

VAZ, J. Pimentel (1999). Indisciplina na sala de aula: enquadramento da problemática e estratégias de intervenção centradas no modelo comportamental. Coimbra: ESEC.

ABREU-RODRIGUES, J.,  RODRIGUES, M. (org.) (2005) . Análise do comportamento: pesquisa, teoria e aplicação. Artmed. 

BLIN, J., GALLAIS-DEULOFEU, C. (2005). Classes difíceis: ferramentas para prevenir e administrar os problemas escolares.  Artmed. 

CAPUCHA, Luís (2017). Inclusão social. Dirigir e formar, 16 ,pp.4-8.

HALL, Philip S. ; HALL, Nancy D. (2008). Educar crianças com problemas de comportamento.  Porto Editora

LOPES, J. (2009). Comportamento, aprendizagem e “ensinagem” na ordem e desordem da sala de aula. Psiquilíbrios.

LOPES, J., RUTHERFORD, R. (2001). Problemas de comportamento na sala de aula: Identificação, avaliação e modificação. Porto Editora.