Licenciatura em Gerontologia Social

Objetivos do Curso

A conceção desta licenciatura assenta numa definição do processo de envelhecimento segundo uma perspetiva de life span/life course. Outra ideia fundamental subjacente é a sua matriz multi/interdisciplinar assumindo o envelhecimento humano como um fenómeno biopsicossocial.
Se por um lado esta licenciatura tem na sua génese uma forte fundamentação nos referenciais internacionais de formação para a área do envelhecimento, por outro procura integrar as especificidades da realidade do território nacional. Adicionalmente, e respeitando a missão do Instituto Politécnico de Coimbra, e em consequência da Escola Superior de Educação de Coimbra, a presente licenciatura apresenta duas particularidades:
1) para além de unidades curriculares que cobrem as áreas nucleares do estudo dos processos de envelhecimento, procura imprimir na oferta formativa uma matriz mais orientada para a dimensão social e educativa da intervenção gerontológica e para os princípios relacionais e éticos da prática profissional; e
2) uma componente de formação profissional em contexto de trabalho, concretizada de modo intensivo no terceiro ano do curso, em que as diferentes unidades curriculares se articulam com os diferentes contextos de estágio.

Esta licenciatura procura responder às necessidades nacionais de formação de profissionais qualificados na área da proteção social e prestação de serviços à população com mais de 65 anos, que respondam de forma adequada às suas necessidades, às das suas famílias e comunidades.

Assim, são objetivos gerais do Curso:
Formar quadros técnicos superiores dotados de conhecimentos científicos sobre o envelhecimento que lhes permitam responder de forma adequada às necessidades de pessoas idosas numa perspetiva de intervenção e educação comunitária.
Conhecer e compreender enquadramentos teóricos e práticos e aplicar o conhecimento adquirido no melhoramento de serviços ou práticas, destinados à pessoa idosa, orientados pelo princípio da promoção da qualidade de vida e do desenvolvimento de ambientes sociais positivos.
Adquirir conhecimentos e desenvolver competências básicas de análise, de compreensão e de intervenção nos diversos contextos e/ou respostas sociais gerontológicas.
Conhecer e aplicar ferramentas de avaliação de necessidades das pessoas idosas e, em função do diagnóstico, desenvolver e implementar planos de intervenção individualizados, orientados para a sua otimização funcional, cognitiva e social, envolvendo ativamente pessoas idosas, famílias, cuidadores e comunidades.

O Plano de Estudos desta Licenciatura prevê a realização de um estágio curricular que se pretende que se aproximem da realidade profissional dos graduados em Gerontologia Social.

Condições de Acesso e Ingresso

PROVAS DE INGRESSO:
[02 – Biologia e Geologia] ou [17 – Mat. Apl. Ciências Sociais] ou [18 – Português]
CLASSIFICAÇÕES MÍNIMAS:
Nota de candidatura: 95 pontos Prova(s) de Ingresso: 95 pontos
FÓRMULA DE CÁLCULO:
Média do ensino secundário: 65% Prova(s)de ingresso: 35%
Pré-requisitos de seriação: Não aplicável

Saídas Profissionais

A licenciatura em Gerontologia Social desenvolve competências profissionais em três áreas, proporcionando as saídas profissionais no âmbito da: (1) intervenção comunitária no domínio da Gerontologia Social; (2) gestão de organizações, serviços e de recursos sociais gerontológicos e (3) formação no âmbito da Gerontologia Social.
Estas competências podem ser desempenhadas nos seguintes contextos de trabalho:
Organizações sociais ou privadas de prestação de serviços e cuidados diretos à população idosa;
Autarquias locais e serviços públicos de Segurança Social;
Organismos sociais ou privados na área da educação, do lazer e turismo sénior;
Estruturas de saúde públicas ou privadas;
Estruturas de formação no domínio do envelhecimento.

Língua(s) de Aprendizagem / Avaliação

Português

Objetivos da Aprendizagem e Competências a Desenvolver

Conhecer e utilizar quadros de referência biológicos, psicológicos, sociais, políticos e educativos para a compreensão do envelhecimento humano e utilizá-los em análises do desenvolvimento e envelhecimento humanos.
Descrever os processos de desenvolvimento humano ao longo do ciclo de vida e os outcomes da velhice.
Identificar alterações intrínsecas ao processo de envelhecimento.
Conhecer as síndromes e patologias da velhice mais comuns e respetivos fatores biopsicossociais de risco/protetores.
Conhecer as políticas sociais e a provisão de serviços/respostas sociais que apoiam o bem-estar das pessoas idosas.
Conhecer as metodologias de investigação quantitativa e qualitativa utilizadas no estudo do envelhecimento, as suas forças e limitações, e utilizar o pensamento crítico para avaliar fontes e evidências.
Conhecer e aplicar os princípios e valores éticos inerentes ao exercício profissional.
Fazer uma avaliação de diagnóstico e providenciar referenciais para intervenções baseadas na evidência em termos de promoção do bem-estar, prevenção da doença e avaliação de serviços.
Planificar e executar de forma colaborativa com outros profissionais (enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, auxiliares de ação direta, etc.), ações gerontológicas por forma a promover abordagens integradas ao envelhecimento.
Promover a qualidade de vida, o bem-estar e o envelhecimento ativo das pessoas idosas, assim como a construção de ambientes sociais positivos através do desenho e implementação de ações/ práticas de desenvolvimento institucional e comunitário com e para as pessoas idosas/ famílias.
Desenhar, implementar e avaliar projetos/ atividades que promovam as oportunidades de aprendizagem ao longo do ciclo de vida, as expressões criativas das pessoas idosas e as relações intergeracionais, com vista ao seu desenvolvimento pessoal, inclusão social e qualidade de vida.

Estes objetivos de aprendizagem são operacionalizados através de objetivos mais específicos patentes nas diferentes UC da licenciatura. As metodologias de aprendizagem são escolhidas em função dos objetivos que se pretendem atingir e os modos de avaliação de cada UC procuram avaliar o seu grau de concretização.

Acesso a um Nível de Estudos Superior

O Diploma de Licenciatura em Gerontologia Social dá acesso a formação de nível superior, nomeadamente a estudos de 2.º ciclo.

Coordenador(es) do Curso

Filipa Daniela Correia Marques (fdmarques@esec.pt)

Tronco Comum