Aposta na formação dos funcionários para prevenir incêndios

04 Junho 2019 | 19:15h

Com a finalidade de promover a eficiência de atuação em caso de emergência no Politécnico de Coimbra, realizaram-se duas ações de formação dirigidas a funcionários que pretendem dotá-los de conhecimentos que os tornem aptos a agir em situações de incêndio, nomeadamente em caso de necessidade de manuseamento de extintores. A iniciativa foi promovida pelo Serviço de Saúde Ocupacional e Ambiental do Politécnico de Coimbra (IPC), em conjunto os Bombeiros Sapadores de Coimbra.  

A formação teve uma vertente teórica, em que foram abordadas várias informações sobre os extintores que são relevantes para todas os cidadãos que tenham alguma vez de lidar com o mesmo: tipos de extintores que existem, classes, validade, localização (em altura, distância do chão, posicionamento nos corredores, posição do manómetro, altura da placa sinalizadora, entre outras). Os formadores também explicaram quais os comportamentos mais adequados a adotar em situação de incêndio: não ligar interruptores nem isqueiros na presença de cheiro a gás ou fumo, caminhar rente ao chão, avaliar a temperatura das portas com as costas da mão para evitar eletrocussão, dar o alarme antes de tomar qualquer iniciativa de combate ao incêndio, usar o extintor “de baixo para cima” e nunca virar as costas ao foco de incêndio, e manter a vigilância mesmo quando se pensa já estar extinto. Estes são apenas alguns exemplos de assuntos abordados, que podem fazer a diferença na vida de todos. A formação incluiu também uma vertente prática, em que cada um dos formandos teve oportunidade de colocar estes conhecimentos à prova e manusear um extintor.

De acordo com Ana Ferreira, Pró-Presidente do Politécnico de Coimbra, com esta iniciativa pretendeu-se “que todos os funcionários do Politécnico de Coimbra tenham o conhecimento necessário para que saibam como agir em caso de incêndio”, e assim ajudar a evitar que a situação tome maiores proporções, ressalvando que se trata de uma situação que ninguém deseja que aconteça mas que enquanto sociedade “devemos estar alerta e saber como prevenir situações de emergência”.

As ações realizaram-se nos Serviços Centrais do IPC e o objetivo é, ao longo do próximo ano, alargar a iniciativa a todos os funcionários do Politécnico de Coimbra, e também aos estudantes que habitam as Residências da Instituição.